Efeito estufa? Culpa do Besouro

0

Isso mesmo, um besourinho causa grande parte do efeito estufa. O nome dele é besouro-do-pinheiro, tem o tamanho de um grão de arroz e tem a capacidade de alterar o clima do planeta.

Ele come os troncos de árvores para depositar seus ovos sob a casca do pinheiro, que ao cairem e apodrecerem liberam gases estufas. Atacadas, as árvores também perdem o poder de absorver dióxido de carbono e melhorar a qualidade do ar. Uma vez infestada por besouros, não há mais como salvá-las, afirmam biólogos. A destruição até agora foi de 130 mil quilômetros quadrados no Canadá. Mas a ameaça já chegou aos EUA.

Os pesquisadores descobriram que até 2020 as árvores mortas pelo bichinho numa epidemia ocorrida em 2006 terão emitido 270 milhões de toneladas de CO2. Esse volume corresponde quase ao total de emissões do Brasil em um ano (excluindo o desmatamento) e ao total que o Canadá teria de cortar até 2012 para cumprir sua meta no Protocolo de Kyoto.

O besourinho safado tem sido favorecido pelas temperaturas cada vez mais altas daquela região nas últimas décadas atribuídas ao aquecimento global. Antes limitado em seu habitat pelo frio e pelas secas no verão, agora ele encontra a situação inversa, ele está adorando tudo isso =), pois o clima quente aumenta sua expectativa de vida!

Agora além dos gases das vacas que poluem o meio ambiente temos que tomar conta desses besouros, porem sempre o maior culpado é o macaco pensante não é?

fonte: Folha online e revista IstoÉ

Capitão ou Capitã?

10

Numa terça-feira sem ter o que fazer, aprisionado pelo tedio e a preguiça, começo a folhear a refista IstoÉ, entre tantas as noticias politicas de ladroagem corriqueiras, vejo uma que me chamou atenção, pela imoralização das forças armadas, já não é desconhecido que o nosso exercito, marinha e aeronautica estão ferrados, espero que não existam guerras senão estamos perdidos! o governo não investe mais, e eles que se virem, agora o máximo que fazem é aprender marchar para o 7 de setembro, o que me é muito triste, pois o militarismo sempre vi com bons olhos.

Leiam agora a noticia:

“A marinha do Brasil, está diante de um novo desafio, dificil porque inédito. Um de seus oficiais, comandante de batalhão na Escola Naval do Rio, requereu licença aos superiores para mudar de sexo. O pleito inclui permanecer na ativa, manter posto da chefia e preservar a patente de capitão-de-fragata. Como não há precedente do gênero nas forças Armadas, o caso esta causando rebuliço nos escalões superiores. Casado até o ano passado, o solicitante é pai de um adolescente.”

So existe uma expressão para isso, “puta que pariu!!!”
Analisemos o caso, como alguem respeitara alguem que luta contra a natureza para ser o que não é? E agora eles o chamarão de capitão ou capitã? puta merda esse cara merece uma surra, ele deve ter sido molestado la dentro e gostado! Viado FDP, voce acaba com a imagem, já nao boa das forças armadas. Como diria o Boris : Isto é uma vergonha!